Meus Discos e Livros e Tudo o Mais!: 'Anjos e Demônios - Dan Brown'

21 de junho de 2010

'Anjos e Demônios - Dan Brown'







Anjos e Demônios

(Angels & Demons)

Dan Brown








A segunda resenha “resgatada” que eu trago pro blog é a do livro ‘Anjos e Demônios’.



Comecei a ler este livro pela primeira vez anos atrás, logo após ler ‘O Código Da Vinci’. Não sei porque, mas não passei dos primeiros capítulos. Não por não ser interessante nem nada, simplesmente não continuei a leitura. Minha segunda tentativa foi antes do lançamento do filme de ‘Anjos e Demônios’. Acho que li novamente os mesmos capítulos da primeira vez e novamente parei, para ler outras coisas (e não vi o filme). Agora, após a terceira tentativa, finalmente, cheguei ao final.


O livro é muito bom, como sabia que seria, mas não supera ‘O Código Da Vinci’. Temos o mistério, as descobertas, a História, o passeio por Roma, a mente maravilhosa do Langdon, mas eu acho que, apesar de tudo o que acontece, o ritmo com que a história se desenrola deixa um pouco a desejar. Mas ainda assim nos vemos totalmente envolvidos na história de uma sociedade secreta da antiguidade, supostamente extinta há centenas de anos, que pretende se vingar da igreja, e pra isso sequestra quatro cardeais em pleno conclave para a escolha do novo Papa, além de ameaçar destruir a Cidade do Vaticano, utilizando uma poderosa partícula de antimatéria, roubada do CERN (importante instituto de pesquisa nuclear).


Mais uma vez me peguei me surpreendendo com quem era o traidor... eu me acho espertinha com livros que tem suspeitos, mas o Dan Brown mais uma vez me pegou. O que é ótimo. O traidor era a última pessoa que eu imaginei que seria. Aliás, por que sempre tem que existir um traidor? Me decepciono um pouco com livros que tem a mesma 'formulinha'. Se acontecer o mesmo com 'O Símbolo Perdido', vou me decepcionar muito com o Dan Brown. Mas por enquanto ele ainda está entre os meus autores top.


A única coisa que não gostei nessa leitura é que agora, depois das versões cinematográficas, não consigo imaginar o Langdon de outra forma, apenas com a cara do Tom Hanks. Meu Langdon tinha outra cara...


Depois da leitura, fiquei na dúvida se queria ou não ver o filme. Tudo por causa da grande decepção que eu tive com a versão do ‘O Código Da Vinci’. Quem me conhece sabe o quanto eu fiquei passada com as mudanças na história. Meus pobres amigos que estavam no cinema comigo me ouviram resmungar durante o filme inteiro. E depois, e depois, e sempre que alguém toca nesse assunto.


Pra que isso não acontecesse de novo, evitei assistir a ‘Anjos e Demônios’ no cinema, ou mesmo perto de qualquer outra pessoa. Quando decidi assistir (porque eu não me aguento de curiosidade) éramos só eu e o DVD. E foi a melhor coisa que eu fiz, pois lá estava eu xingando novamente a cada mudança na história (apesar de o filme ser excelente mesmo assim, como ‘O Código Da Vinci’). E novamente ouvi das pessoas mais próximas (a quem fui alugar com minha reclamação) que as versões cinematográficas não precisam ser idênticas ao livro, que é preciso sintetizar em menos de 2h, blá, blá, blá. Beleza, eu sei tudo isso, e concordo que não precisa retratar cada detalhe do livro, mas me revolta sempre que mudam pontos essenciais da história. Oi? Como assim o cientista morto não era o pai da Vittoria? Mas tudo bem, eu supero quando assistir pela segunda vez, sem expectativas, só aproveitando o quão bom o filme é.


Enfim, como o Dan Brown e seus livros não tem nada a ver com isso, estou pronta para a leitura de mais uma história do meu querido Robert Langdon. Vamos ver como ele se sai em ‘O Símbolo Perdido’.


Trailer do Filme




***

2 comentários:

Allan disse...

adorei o blog, bonitinha!! bj!! ;D

A Bookaholic World disse...

Oii Cacá!
Adorei seu blog! :)
E hmm... ainda não li esse livro, mas fiquei curiosa, gostei bastante da resenha! ^^
Beijos, Gabi.