Meus Discos e Livros e Tudo o Mais!: 'Nick & Norah Uma Noite de Amor e Música - Rachel Cohn e David Levithan'

31 de março de 2011

'Nick & Norah Uma Noite de Amor e Música - Rachel Cohn e David Levithan'






Nick & Norah
Uma Noite de Amor e Música

(Nick & Norah’s Infinity Playlist)
Rachel Cohn e David Levithan





Nick estava na maior fossa depois de ser largado pela namorada, a que ele amava, adorava, a inspiração das canções que ele compôs. Ele ainda não sabia como superar ela ter respondido ‘acabou’ ao ‘eu te amo’ dele. Para piorar, ela apareceu na apresentação da banda em que ele era baixista. Acompanhada por outro. Visando evitar enfrentá-la, Nick se aproxima de uma garota com camisa de flanela no bar e propõe que ela seja sua namorada por 5 minutos.

Norah estava mais uma vez acompanhando sua amiga Caroline em uma de suas aventuras. Ela sempre cuida de Caroline e carrega a amiga bêbada em segurança para casa antes que ela suma com algum desconhecido qualquer. Era o que ela estava prestes a fazer, quando então surge esse cara, baixista de uma das bandas que tocou no lugar, e pergunta se ela quer ser sua namorada por 5 minutos. Ela estava pronta para responder que não, mas quando avista uma das garotas da escola (uma das que ela menos gosta e parece que está o tempo todo a seguindo), e ela vem em sua direção, Norah não pensa duas vezes e beija o tal cara.

O que os dois não esperavam era que o beijo seria tão bom, que a conhecida de Norah, de quem ela queria fugir, e a ex de Nick, que ele queria evitar, fossem a mesma pessoa, ou que os companheiros de banda de Nick iriam assumir os cuidados com Caroline e a missão de levá-la para casa e insistir que Norah saísse de lá com ele. A partir de então, aqueles 5 minutos se transformam em 7, depois em uma noite inteira e entre encontros com ex – tanto a dele quanto o dela – freiras dançarinas, amigas bêbadas, canções compostas numa calçada qualquer, um show secreto, uma dança na chuva e um casaco que pertencia a alguém chamado Salvatore, Nick e Norah passam uma noite inesquecível e interminável, em que se conhecem, se curtem e ficam extremamente confusos com seus sentimentos.

O livro foi escrito em conjunto pela Rachel Cohn e pelo David Levithan e os capítulos são narrados de forma intercalada por Nick e por Norah, David sendo responsável pela parte de Nick e Rachel pela de Norah. Toda a história se passa em apenas uma noite, mas é o suficiente para nos encantarmos por esses dois complicados personagens que ainda não sabem lidar um com outro. Além de ser interessante isso de cada capítulo ser narrado por um dos personagens, também gostei do toque que cada autor deu ao seu personagem. A história é divertida, sem preconceitos, apresentando um protagonista que é o único hétero de uma banda de gays, uma protagonista judia que acredita que os palestinos devem ter seu próprio Estado, e ambos com um gosto bastante eclético para músicas.

Como uma fissurada por música, eu amei as infinitas referências musicais, apesar de não conhecer todas, logicamente, mas uma boa parte. E, como Nick, também vou fingir que Norah não disse que odeia os Beatles, apesar de concordar com ela que “Something” é uma puta canção de amor, e uma das melhores contribuições do George à banda.

Gostei muito da fórmula utilizada pelos autores, em que cada um assume um personagem, e agora fiquei morrendo de vontade de ler o outro livro em conjunto deles, o ‘Dash & Lily’s Book of Dares’, e também os livros que cada um escreveu separadamente.

E lógico, gostando do livro, não posso deixar de recomendar o filme feito com base nele, com o fofo do Michael Cera como Nick e Kat Dennings como Norah, que é divertido, claro que não tanto quanto o livro.

***

5 comentários:

Adriana disse...

Amei, amei, amei, a resenha me encantou, eu adoro esse tipo de leitura e a historia parece maravilhosa, cheia de muito amor! Otima dica de leitura! Bjo!

Nanda disse...

Ei Caca,

Eu tenho muita vontade de ler este livro, mas ainda não tive a oportunidade. Gostei muito da resenha ^^

bjoo

leitoracompulsiva disse...

Oi Cacá,
Sempre tive vontade de ler esse livro!! Essa semana vi que um sebo aqui do lado de casa tem... Vou dar uma passada lá amanhã e quem sabe dou sorte!
Beijos
Camila

anaisa disse...

Ah, eu tenho vontade de ler o livro, mas o filme já não me chama muita a atenção...
Mas sendo que você recomendou o filme também, eu vou dar uma chance a ele ;)

Bjus.

Cacá SS disse...

Adriana,
É sim cheia de muito amor - e muita música - mas com alguns desencontros para dar um gostinho a mais! rss


Nanda,
Tenta ler ele sim, é daqueles livros gostosinhos que adoramos!


Camis,
Espero que tenha tido sorte! Se conseguir ler, depois quero saber o que achou!


Anaisa,
O livro com certeza é bem melhor! A primeira vez que assisti o filme achei meio bobinho, mas quando assisti de novo, depois de ler o livro, ele me agradou mais.


Beijos