Meus Discos e Livros e Tudo o Mais!: 'Simply Irresistible - Rachel Gibson'

19 de março de 2011

'Simply Irresistible - Rachel Gibson'







Simply Irresistible 

Rachel Gibson






John Kowalsky era uma das principais estrelas do Chinooks, o famoso time de hockey de Seattle. Enquanto era brilhante no ringue de gelo, fora dele sua vida era uma bagunça. Bebidas alcoólicas eram consumidas como água, e John raramente lembrava o que fez na noite anterior. Se não estava no ringue, estava bebendo ou suportando uma ressaca. Ele passava por um desses momentos de ressaca no dia do casamento do dono do time, Virgil Duffy, e não via a hora de escapar da cerimônia. Ele não tinha qualquer interesse em ver seu velho chefe fazendo papel de bobo ao se casar com uma moça que com certeza lhe estava dando o golpe do baú, ou sequer interesse em conhecer a tal moça. No momento em que entrava em seu corvette em direção a sua casa de praia, porém, seu olhar foi atraído para uma mulher em um curto vestido tomara-que-caia cor de rosa que descia correndo as escadarias. Ela lhe pediu uma carona e ele não conseguiu negar. Tarde demais descobriu que a linda morena no seu carro era a noiva de seu chefe, que ele acabara de ajudar a fugir do casamento.

Georgeanne Howard achou que poderia se casar com um homem velho o suficiente para ser seu avô apenas por causa do dinheiro, mas na última hora não conseguiu levar a ideia adiante. Não, ela não poderia se casar com alguém que não amava e Virgil nunca a perdoaria por abandoná-lo no altar. Agora ela estava completamente sozinha. Não tinha mais ninguém com quem contar, nem família, nem amigos, ninguém. Mesmo seu salvador, o alto e bonito jogador de hockey que a ajudou a escapar, parecia não gostar muito dela.

Apesar do atrito inicial, surgiu entre eles uma inquestionável e irresistível atração, que os fez passar a noite juntos, contudo, já na manhã seguinte, enquanto Georgeanne estava completamente apaixonada, John tinha certeza que ela não valia o risco de perder sua carreira, o que aconteceria no momento em que Virgil descobrisse sobre os dois. Sem muitas palavras, ele a abandonou no aeroporto com nada mais que um desejo de boa sorte.

Sete anos depois, Georgeanne é uma mulher muito mais segura do que a menina de antes, profissionalmente bem sucedida, e não está mais sozinha. Tem sua melhor amiga e sócia Mae e Lexie, sua falante filha de seis anos. Tudo vai muito bem até ela reencontrar John. Os piores dias dele ficaram para trás, junto com a bebida, e ele está inclusive pensando em se casar novamente, ter filhos, e levar uma vida mais calma. Ele então reencontra Georgeanne, que está mais linda do que ele se lembrava, e a atração que sente parece inclusive maior que antes, mas fica chocado ao chegar à casa dela e conhecer uma falante menina que tem exatamente os mesmos olhos azuis que ele. Passado o choque de saber que Georgeanne teve uma filha dele, John quer fazer parte da vida de Lexie e que a filha o chame de pai. A mãe dela, por outro lado, não tem muita certeza se pode confiar no homem que a magoou no passado, principalmente por causa do que a simples presença dele ainda a faz sentir. Ele ainda lhe causa arrepios, mas ela não está disposta a arriscar seu coração novamente. Ela aprendeu com ele a não confiar nos homens e agora não está totalmente certa de que ele realmente mudou.

Enquanto eu estava em pleno processo de mudança de casa e tudo estava uma bagunça, resolvi me permitir reler alguns dos livros que eu adoro e escolhi os livros da série sobre os jogadores do Chinooks Hockey Team, da americana Rachel Gibson, autora dos livros "Sem Clima para o Amor" e "Sempre a seu Lado" (únicos dela publicados no Brasil). Vou avisar de antemão que toda vez que for resenhar algum livro da Rachel Gibson vou comentar o quanto eu gosto dos livros dela, que já li quase tudo o que ela escreveu e o quanto eu lamento que não tenha mais de seus livros lançados no Brasil. Principalmente os livros dessa série, que estão entre os meus preferidos.

Esse ‘Simply Irresistible’ não só é o primeiro sobre os jogadores de Hockey como também o primeiro livro publicado pela Rachel. Como todos os livros dela, tem seus momentos ultra super hot, mas os momentos mais bonitinhos nos ganham. Ela mostra os rudes e truculentos jogadores de hockey, sempre com algum olho roxo, corte no supercílio, problemas pessoais, passado conturbado e sua tentativa de se redimir. John é um que passou por maus momentos. Quando conheceu Georgeanne ele não estava preparado para nada sério. Sete anos depois ele está mais maduro, livre das bebidas e pretende ser o melhor pai do mundo para a pequena Lexie. Por falar na Lexie, ela é uma personagem extremamente divertida com uma ingenuidade infantil cativante. Uma das melhores passagens do livro é a que a menina obriga seu pai a brincar com ela e suas barbies. Ela é fofa demais. Outros personagens secundários cativantes são Mae, a melhor amiga de Georgeanne, e Hugh, um dos melhores amigos de John e goleiro dos Chinooks. Ela odeia homens grandes, fortes, atletas, exatamente como Hugh, mas ele é insistente, e se encantou com ela desde o primeiro momento, e mesmo ouvindo um não atrás do outro, não desiste. A história deles até poderia ter um livro próprio. Eu sei que eu leria mais sobre eles.

Pois é, esse é mais um dos deliciosos livros da Rachel que eu não canso de ler e reler, me encantar e torcer pelos personagens. Super recomendado. Pra quem gosta do gênero e lê em inglês, é imperdível.




The Chinooks Hockey Team Series #1: Simply Irresistible 
John “The Wall” Kowalsky and Georgeanne Howard
The Chinooks Hockey Team Series #2: See Jane Score 
Luc “Lucky” Martineau and Jane Alcott
The Chinooks Hockey Team Series #3: The Trouble With Valentine’s Day 
Rob “The Hammer” Sutter and Kate Hamilton
The Chinooks Hockey Team Series #4: True Love and Other Disasters 
Ty “Saint” Savage and Faith Duffy
The Chinooks Hockey Team Series #5: Nothing But Trouble 
Mark “The Hitman” Bressler and Chelsea Ross
The Chinooks Hockey Team Series #6: Any Man of Mine 
Sam Leclaire and Autumn Haven




***

7 comentários:

Salomé Fernandes disse...

Já li os dois que saiu no Brasil e morro de vontade de ler outros da autora, pois são muito bons!
Gostei muito desse!
Beijos;*

leitoracompulsiva disse...

Oi Cacá,
Ainda não li nenhum livro dessa autora, embora todo mundo fale muito bem dos livros dela!! O problema é tempo mesmo!! Parece que quanto mais livros entram na minha lista de desejados, menos tempo tenho para ler!!
beijos
Camila

Nanda disse...

Ei Caca,

Nossa eu ainda não li nada da autora e ela tem tantos livros la fora O.O
Eu comprei dois dela mas estão na fila ainda rs

bjoo

anaisa disse...

Eu já li os dois que foram lançados hehehe *-*

Prefiro mais o do Luc, e morria de rir com algumas cenas da Jane ashuahushau ;D

Espero que lancem os outros aqui \o/

Bjus.

Lu disse...

ei Cacá. ^^

aii, esse eu li e gostei bastante. ^^

foi o primeiro livro da Rachel que eu li. ^^

gostei de todos personagens principalmente da filhinha dos dois que é super fofinha. ^^

beijos.

Bianca Briones disse...

Tenho os dois livros dela aqui na fila. Quero muito ler, mas cadê o tempo?
Ai... Esse outro também me deixou com muita vontade de ler. *-*
Você falou com tanto carinho dele.
Beijo.

Cacá SS disse...

Salomé,
Eu sou muito suspeita pra falar, mas acho que todos os livros da Rachel são muito bons!! rss


Camis,
Nem me fale... tantos livros que ainda quero ler e não dá tempo.. mas se tiver um tempinho pra Rachel, ela merece! ;D


Nanda,
Ela tem muitos livros mesmo, ao todo são 14, eu já li e recomendo todos!! Ela vai lançar o 15º no mês que vem. Mas começar pelos que foram lançados aqui é uma ótima! Eu comecei com eles... =D


Anaisa,
Também adoro o livro do Luc! Ele e a Jane são o máximo! Em breve também vou resenhar ele aqui!


Lu,
E não é! A filhinha deles é mesmo muito fofa!! Adoro ela!


Bianca,
Tenho mesmo muito carinho por esse livro,. Na verdade, por todos dessa série. Na verdade, por todos dessa autora! rss
Mas se tiver um tempinho, encaixe os livros dela entre suas leituras, vale a pena, mas, releve os horrorosos erros de revisão das edições brasileiras...


Beijos