Meus Discos e Livros e Tudo o Mais!: Ah, as viciantes séries de TV...

12 de setembro de 2010

Ah, as viciantes séries de TV...

Fazendo uma pausa nos livros pra falar de outro dos meus grandes vícios: os seriados. Sempre fui viciada, acompanho séries de todos os tipos, e assisto dezenas de vezes meus episódios favoritos. Segundo o Orangotag, pela quantidade de séries que acompanho, eu provavelmente não durmo!! Imagina se somar a isso os livros que leio, as obrigações da vida... Digo que dormir é para os fracos..rss

Enfim, aproveitando que nesse mês de setembro é o início do fall season, e todas as séries regulares retornam, resolvi falar um pouco das minhas preferidas. Essas são as que não perco um episódio, mas ainda existem as que eu vejo um episódio ou outro, as que eu vejo só pra criticar... Não, não vou começar a fazer posts comentando cada episódio dessas séries. Tentei isso num falecido blog e sei que não dou conta ;D


Eternamente queridas:

Essas já estão há alguns anos entre as essenciais, que não perco por nada. Por vezes suas temporadas tem altos e baixos, posso criticar, xingar, mas adoro incondicionalmente!


Grey's Anatomy

"I know it's not perfect, but it's life. Life is messy sometimes."
"It's a beautiful night to save lives."

Série médica focada em um grupo de residentes e suas relações, sejam profissionais, pessoais, entre si, com a família ou com os pacientes. O título da série é um trocadilho entre o nome da personagem principal, Meredith Grey, e o famoso livro de anatomia médica 'Gray’s Anatomy of the Human Body', escrito por Henry Gray.
Inicia sua 7ª temporada e, quando estava ficando um pouco previsível, titia Shonda Rhimes (criadora da série) fez do final da 6ª o mais angustiante que já vi. Passei as 2 horas do episódio final sem me mover 1 centímetro de tão tensa. Reascendeu toda a curiosidade do 'e agora, o que vai acontecer?'. E se isso tudo não fosse motivo suficiente pra assistir, ainda existem os olhos azuis do McDreamy...



How I Met Your Mother

"It's gonna be legen - wait for it - dary! Legendary!!"
"When I got sad, I stop being sad and be awesome instead. True story"

Essa comédia conta a história do Ted e, como o título entrega, de como ele conheceu a mãe dos seus filhos. A série é narrada pelo Ted do futuro, em 2030, contando pro casal de filhos todos os detalhes dos fatos que o levaram a conhecer a mãe deles. Pra mim, o que menos importa, é a identidade da mãe, porque enquanto a gente não descobre, nos divertimos muito com todas as histórias desses 5 amigos, que são contadas em flashbacks e traduzem as lembranças do Ted no futuro, então não é de se surpreender que em alguns pontos ele não lembre de tudo o que aconteceu, misture um pouco os eventos, dê opinião do que tal pessoa deveria ter dito ou feito, inclua um conselho pros filhos, ou ainda, conte só a metade de uma história pra contar o resto bem depois.
Apesar de uma 5ª temporada mais fraca que as anteriores, os criadores da série prometem que a 6ª temporada que inicia agora, trará de volta o que a série tem de melhor. Mal posso esperar!!


One Tree Hill

"Don't say I never gave you anything."
"Brooke Davis is going to change the world someday and I'm not sure she even knows it"

Essa série começou contando a história de 2 meio irmãos, Lucas e Nathan, que tinham em comum apenas o mesmo pai e o amor pelo basquete. Mas, 7 temporadas depois, trata-se de uma nova série. O que começou como um drama adolescente, a partir da 5ª temporada, com um pulo de quase 5 anos na história, ganhou uma roupagem mais adulta, com o amadurecimento dos personagens. Provavelmente, a 8ª temporada que inicia esse mês será a última e eu já sinto saudade desses personagens por quem tenho tanto carinho. Espero que o Mark Schwahn dê um final decente a eles.


House, M.D.

“Everybody lies.”
“It´s not Lupus. It’s never Lupus.”


Série médica sobre o Dr. Gregory House, o mais inteligente, genial, astuto, mal humorado, antissocial, arrogante, cínico e sarcástico dos médicos. A ele, o que mais importa não é o paciente, mas a doença. Como um infectologista e nefrologista, utiliza os mesmos métodos investigativos e dedutivos para chegar aos diagnósticos que os utilizados por Sherlock Holmes, personagem que lhe serviu de inspiração (inclusive na arrogância). E, apesar de tudo isso, é impossível não gostar do House. E, essa 7ª temporada promete uma radical mudança na vida desse solitário (oi?) médico...


Novas queridinhas:

Todas a seguir tiveram apenas uma temporada, mas foi o que bastou pra saber que vou acompanhá-las na próxima, e na próxima, e na próxima...

Parenthood

"'Change is healthy.' 'No it's not, that's an urban legend.'"
"Daughters hate their mothers; I think it's the law of nature.But you know what, then they come back."


Tá bom, eu confesso: comecei a assistir porque tinha a Lauren Graham e eu sinto saudade de Gilmore Girls! Mas então eu conheci os Braverman, e tornou-se impossível não me encantar com cada um deles.
A ideia é simples: a série narra o cotidiano da família, a dificuldade de lidar com a criação dos filhos, problemas financeiros, doenças, infidelidade, excesso de trabalho, vida amorosa etc. Zeek e Camille são os pais de Adam, Sarah, Crosby e Julia; esses, por sua vez, tem seus próprios filhos, formando essa grande, confusa, barulhenta e apaixonante família.



The Vampire Diaries

"We met and we talked and it was epic. But the sun came up and reality set in."
"I think Stefan is a good guy. But at the end of the day, he's still a vampire"

Baseada na série de livros de mesmo nome da L.J. Smith, trouxe para a TV a moda dos vampiros. Os irmãos Salvatore, Stefan e Damon, retornam após muitos anos à cidade de Mystic Falls e acabam se interessando pela mesma garota, Elena, que possui uma assustadora semelhança com alguém importante do passado.
Mais uma confissão: gosto muito mais da série de TV que dos livros. A série é mais dinâmica, o desenrolar dos fatos é mais interessante, e a Elena não é tão irritante..rs
Estou ansiosa para saber o que a recém-chegada Katherine vai aprontar.



Glee

"And that's how Sue C's it."
"Did you know that dolphins are just gay sharks?"

Will Schuester, um professor de espanhol frustrado, decide assumir o coral do colégio, acreditando que a música possa mudar a vida dos integrantes, até então excluídos pelos demais alunos.
Muitos criticam a série, muitos idolatram, eu digo que não é a maior obra-prima dos últimos tempos, mas é tão gostosa de assistir, as versões musicais são tão boas, que vale a pena cada minuto. É engraçada, tem momentos meio surreais, um ou outro assunto sério, mas, no final, o melhor é a parte musical. Pra quem gosta de musicais, como eu, é um prato cheio.


Rookie Blue

"Serve, protect and don't screw up."
"She chase you down an alley and jump on you, too? She does that."

Andy McNally, Chris Diaz, Traci Nash, Gail Peck e Dov Epstein são 5 jovens que acabam de sair da academia de polícia e descobrem que nada do que aprenderam foi suficiente para prepará-los para a rotina nas ruas. Explicando o título, 'Rookie', seria algo como novato, e 'Blue', o apelido dado aos policiais em referência à cor de seu uniforme. Foi lançada como sendo uma espécie de Grey's Anatomy com policiais, pois usa muitos dos elementos dessa outra série, como o enfoque, que não está na rotina policial em si, mas na vida desses personagens e suas relações pessoais.
É a minha mais nova queridinha. Estreou no midseason desse ano (período em que as séries regulares estão de 'férias'), mas já garantiu uma segunda temporada devido ao grande sucesso. Demorei a assistir, porque não me animei com a coisa de ser parecida com "Grey's", já que essas 'cópias' normalmente não são boas. Acabei assistindo o piloto na semana passada, por curiosidade, e descobri que essa é muito boa sim. Pronto, lá fui eu atrás dos demais episódios da temporada (que já encerrou nos Estados Unidos), e passei o final de semana assistindo.
É cheia de clichês, como relacionamento entre colegas de trabalho, de novatos com veteranos que deveriam ser seus 'professores', triângulo amoroso, questões familiares mal resolvidas, a insegurança com a nova profissão, mas é simplesmente viciante!!
Além de tudo, tem o Gregory Smith, e eu gostava tanto de Everwood...

PS: Por enquanto, antes de assistir ao final, sou Team Luke, mas não vou negar que o Sam tem seu charme...


***

11 comentários:

Isadora Beatriz disse...

Amo Grey's Anatomy e Glee, melhores series ever pra mim *-*

beijos,isa.

http://naoconsigoevitar.blogspot.com/

Daniela Tiemi disse...

Sou completamente viciada em Glee, The vampire diaries e House. Amoooo**

Giu Fernandes disse...

Eu amoo Glee, Vampire Diaries, House.. :))
Outras q vc citou que eu quero mto ver!
ótimo post!
Um beijo!

Giu Fernandes disse...

Eu amoo Glee, Vampire Diaries, House.. :))
Outras q vc citou que eu quero mto ver!
ótimo post!
Um beijo!

Gabi disse...

Adorei o post, Cacá. Mas tenho que confessar que só sou viciada em Grey's e The Vampire Diaries. Algumas vejo aleatoriamente, outras nem vejo. Quanto a Glee, vi alguns minutos do primeiro episódio e os minutos finais do ultimo da primeira temporada. Odeiei a Rachel e por isso não vejo a série! hueuheuhehue
Beeeijuus!
Gabi, A Bookaholic World

Jéssica Malta disse...

Sou viciada em três da séries que você citou - Grey's Anatomy, The Vampire Diaries e Glee. Já vi alguns episódios das outras, mas não com frequencia.

E Gabi,
Também achava a RAchel chata, mas percebi que a série não tem graça sem a mesma, haushaushaus.

;*

leitoracompulsiva disse...

Adorei, Cá!!!
As séries são mesmo viciantes!!
Eu confesso que prefiro as de investigação criminal, mas House, Glee e Vampire Diaries estão na minha enorme lista de favoritas!!
Beijos
Camila

Iris disse...

Eu não consigo SUPORTAR Grey's. Acho mto drama e muito chato haha Não gosto de acompanhar séries, mas Glee me diverte quando eu lembro que ele existe :D

Cacá M S disse...

Isadora,
São boas demais, não são?!


Daniela,
Bom saber q mais pessoas são viciadas como eu... rss


Giu,
Obrigada, e recomendo cada uma das séries q citei, mas cuidado q vc pode se viciar tb ;D


Gabi,
Não tenha tanta raiva da Rachel... rss Tb implicava um pouco com ela, mas agora eu só me divirto com o jeito sem noção dela.... kkkkk


Jéssica,
Grey's, Vampire Diaries e Glee são quase unanimidade, né? rss ADORO!!
Pois é, a Rachel, mesmo chatinha, dá graça à série...rss


Camis,
Tb tenho uma quedinha pelas séries de investigação, mas acabo não acompanhando tão regularmente, assisto qdo lembro...rss
Minha lista tb é enorme, essas são só as mais queridas.. ;D


Iris,
Q ódio no coração! hehe Confesso q gosto de um drama, então, não resisto à Grey's e outras do tipo... rss
E Glee é divertido mesmo!! Sem noção, mas divertido!!! ;D

Lis disse...

Aiin quantas séries ÓTIMAS! *-*
Infelizmente não estou conseguindo acompanhar Grey's Anatomy :S Mas TVD e Glee eu baixo todo novo episódio e não tem como não se apaixonar, né? s2
Outros dois seriados nos quais eu também sou viciada: The Mentalist e Supernatural (ai, é cada gato, que meldels!) haha

Cacá Sampaio disse...

Lis,
Ótimas, né?! E com certeza apaixonantes.
Vou te falar q nunca assisti nem The Mentalist e nem Supernatural, mas não vou negar q sim, é cada gato...rss