Meus Discos e Livros e Tudo o Mais!: 'Percy Jackson & Os Olimpianos ψ Livro Um: O Ladrão de Raios'

16 de setembro de 2010

'Percy Jackson & Os Olimpianos ψ Livro Um: O Ladrão de Raios'






Percy Jackson & Os Olimpianos ψ Livro Um
O Ladrão de Raios
(Percy Jackson & The Olympians ψ Book One
The Lightning Thief)
Rick Riordan





Percy Jackson é uma criança problema. Sofrendo de dislexia, transtorno do déficit de atenção, dificuldades de aprendizagem, além de uma grande capacidade para se meter em confusão, nunca consegue se manter por mais de um ano na mesma escola. Sempre foi o mais deslocado e sempre acabava expulso. Até que, com a idade de 12 anos, durante uma excursão do internato onde estudava, ele podia jurar que sua professora de iniciação à álgebra tentou matá-lo. O pior é que parece que ninguém mais percebe nada de estranho. Contudo, quando as férias de verão começam, outro bizarro ataque acontece e sua mãe tenta levá-lo ao único lugar em que poderia estar seguro.

Sabe aqueles antigos deuses gregos? Lembra que eles eram imortais? Pois é, eles ainda perambulam por aí até hoje. E vira e mexe eles não se apaixonavam por mortais e tinham filhos com eles? O hábito continua. Esses filhos são chamados de meio-sangues, ou, oficialmente, semideuses, e o lugar mais seguro para eles é o Acampamento Meio-Sangue, um acampamento de verão onde são treinados. Lá Percy descobre que não é à toa que se sentia tão diferente. Sim, ele é um meio-sangue, seu pai, de quem sua mãe nunca falava, é um deus (e não qualquer deus), e tudo o que representava dificuldade nas suas escolas anteriores, torna-se habilidade: a dislexia na verdade torna mais fácil a leitura do grego antigo e o transtorno do déficit de atenção o deixa mais atento durante uma batalha. O que é de grande valia, já que o simples fato de ser um meio-sangue atrai monstros. É, AQUELES monstros mitológicos.

Ainda no início de seu treinamento, Percy recebe uma missão: encontrar o raio mestre de Zeus, roubado do Olimpo (que, btw, agora fica no alto do Empire State, em Nova York), e devolver ao maior dos deuses, tentando evitar uma iminente guerra, desfazendo um mal entendido, já que Zeus acredita que foi o próprio Percy quem o roubou, a mando de seu pai.

Algo que explica um pouco dessa desconfiança é que os ‘três grandes’, Zeus, Poseidon e Hades, cujos filhos meio-sangue eram os mais poderosos e acabavam interferindo muito no curso dos eventos humanos, fizeram uma promessa: sem mais casos com mortais, sem mais filhos com elas. Mas, parece que apenas Hades consegue cumprir o prometido...

Partindo para a missão, Percy é acompanhado pelo sátiro Grover, seu amigo e protetor, e por Annabeth, filha meio-sangue de Atena, e eles se deparam com diversas criaturas mitológicas que Percy acreditava existir só nos livros...

Indo na contramão, enquanto todos os outros blogs estão resenhando o último livro, estou aqui falando do primeiro. Não sei por que demorei tanto tempo para ler essa série, já que histórias que envolvem mitologia sempre me agradaram, mas tanta gente comentando o quanto a história é boa me incentivou a não adiar mais. O lado bom de começar a ler agora, com todos os livros já lançados, é que não preciso passar pelo desespero da espera. ;D

Foi pra mim uma leitura tão boa! Me fez voltar aos tempos de colégio, época em que lia tanto sobre mitologia e, à medida que os seres mitológicos iam surgindo, ia recordando das histórias que estavam escondidas em algum lugar nas minhas lembranças. Foi um tal de “eu lembro desse nome”, “eu conheço essa história”, que durou o livro inteiro. Claro que não me lembrava de tudo, por exemplo, quando vi o nome Quíron, tinha certeza que conhecia mas não me lembrava de jeito nenhum qual era a história dele, até que ele se levantou e se revelou... Só fiquei com a pulga atrás da orelha quanto a uma coisa: o chalé número 8, referente à Ártemis estaria sempre vazio porque a deusa prometeu manter-se eternamente virgem. Certo. Mas, pelo que eu me lembro, outra que fez essa promessa foi a Atena, não foi? O que aconteceu? Com o passar dos tempos ela decidiu que pegar um mortal aqui, outro ali, não fazia mal? Tá, parei XD

Adorei a forma como o autor juntou os seres mitológicos, os colocou em situações cotidianas, mas manteve as características de cada um, a ponto de reconhecermos suas histórias, ou de despertar o interesse em quem não conhecia. Se era assim que ele ensinava os alunos dele, queria ter sido aluna do Rick!

Ahh, suspeitei desde o princípio quem era o traidor. Lógico, não fazia ideia do motivo, mas, né, estava meio na cara. Só o Percy não viu, tadinho.

Se você, como eu, esperou até agora pra começar a ler essa série, digo: não espere mais!! Poderia falar muito mais sobre como a história reascende o interesse pela mitologia, a fascinação por esses deuses com qualidades e defeitos humanos, mas, por minha vez, estou partindo imediatamente para o segundo livro!!



***

8 comentários:

Isadora Beatriz disse...

Muito Boa sua resenha (:

Iris disse...

Adoro essa série! Mas não precisa nem dizer que eu adoro, ne? HAHA

Nanda disse...

Ei Cacá,

Eu amo esta série, estou indo para o último livro mas estou com dó de ler e terminar rsrsrs

beijooo

redomadecristal.com.br disse...

Esta é a minha série preferida.
Terminei de ler o último volume ontem e estou deslumbrada. Amei mesmo.

Beijo

A Bookaholic World disse...

Já disse que preciso ler essa série? Ela já acabou e eu nunca li! Só vejo comentários positivos em relação a ele :/ ai meu Deus, me dê dinheiro pra bancar esse vício, rs!
Sua resenha está ótima, Cacá! ^^
Beijão.
Gabi, A Bookaholic World

leitoracompulsiva disse...

Eu amei essa série!! Já li todos os livros e só posso dizer que é um melhor que o outro!! Tô até com saudades agora!!
Ah... terminei de ler o Rainha da Fofoca em NY e agora entendi seu comentário!! rs..
beijos
Camila

Bianca Briones disse...

Ah... Me lembrei de uma coisa. rsrs
Num dos livros a Annabeth vai explicar para o Percy sobre a promessa de virgindade de Atena. ^^

Beijo

Cacá Sampaio disse...

Isadora,
Obrigada! ;D


Iris,
Verdade, c é uma das mais empolgadas com essa série


Nanda,
Sei como é, ao mesmo tempo queremos ler logo, pra saber tudo o q acontece, mas já bate aquela saudade, né... ai, q bom q ainda tenho alguns pela frente..rs


Bianca,
hahaha... agora fiquei curiosa pela explicação! rs
Estou amando tb, ainda estou conhecendo o mundo e nao quero q acabe!


Gabi,
Assim q puder, leia sim, é tão boa!! Eu tb estou precisando dessa ajuda divina pra sustentar o vício...hehe


Camila,
Estou empolgada com a leitura, pq é exatamente td o q vcs falaram!
Ah, entendeu agora meu comentário!! rss